Existe mais poesia no olhar de quem ama de que em mil poemas que se escrevam, mas nem por isso devemos deixar de escrever mil poemas para mostrar ao mundo o que esse olhar dizia... assim nasce o meu humilde blog de poesia...
poetrycafe
Quarta-feira, 23 de Maio de 2007

Poesia... Sonhos e Verdades

A vida do poeta é sempre um sonho

Os quais, às vezes, versos não traduzem

Mensagens puras que neles deponho...

São as saudades longas que reluzem.

 

Se sopram ventos fortes de agonia;

Se lágrimas gotejam pelo chão,

São sonhos de verdade do meu dia

Que marcam sentimentos e emoção.

 

Nas horas dos meus sonhos com enlevo

Por onde sublimado vou sozinho,

Em versos de alegria só escrevo

Os braços que me abrem com carinho.

 

Meu rosto de repente se transmuda;

Sou barco da existência em mar bravio

A face da tristeza se desnuda

E mostra as muitas fendas do navio!

 

Eu olho e sigo as linhas do infinito

Buscando sem saber o que é verdade;

Viajo com meus sonhos em conflito,

Sou barco solto ao léu na tempestade.

 

Os sonhos quentes e verdades frias

Marcam enfim deste poeta a vida;

Persegue estrelas e acalenta os dias

Que lhe pertencem na cruel corrida!..

(nunca liguei aos numeros mas sim ás visitas, acho que chegou a hora de agradecer a todas elas, sejam amigos ou inimigos, a dedicação e amizade com que me tratam. Agradeço os poemas dados, comentários oferecidos mas principalmente o AMOR dedicado...BEM HAJAM como se diz na minha terra...Fernando Neto.)


publicado por efeneto às 23:48
link do post | comentar | favorito
11 comentários:
De ஜॐ♥ஜ___Estrelinh@___ஜॐ♥ஜ a 25 de Maio de 2007 às 18:08
boa tarde amigo,quero dizer que adorei este poema,e passei para te desejar um optimo fim de semana e que apesar de ausente ñ esqueço os amigos...beijinho doçe


De Eärwen Tulcakelumë a 26 de Maio de 2007 às 03:03
" Se sopram ventos fortes de agonia;
Se lágrimas gotejam pelo chão,
São sonhos de verdade do meu dia
Que marcam sentimentos e emoção."

É realmente uma verdade, mas como é bom ser assim.
Que bom meu amigo que partilhas conosco este momento.
Deixo-te uma pérola incandescente de encantamento.
Carinhosamente

Eärwen


De manuela a 26 de Maio de 2007 às 09:19
Este poema é realmente belo na sua essência, não podia haver melhor descrição poética da necessidade e do porquê do poema...um beijo...


De Eärwen Tulcakelumë a 27 de Maio de 2007 às 05:32
A saudade me fez vir para desejar-te um ótimo domingo.

Pérolas incandescentes de carinho.

Eärwen


De SOL a 28 de Maio de 2007 às 01:41
Amigo...segue sempre as linhas do infinito...não busques a verdade...pois qual é ela?Mera pretenºão humana querer descobri-la.Continua ...quem és e como és amigo.Teu poema está lindo.Beijinho da SOl


De Menina do Rio a 28 de Maio de 2007 às 07:06
Olá recebi o convite e cá estou!
Enacantada pelos poemas que são lindos
No sonho quente de uma menina deixo um beijo


De mellopaulo a 30 de Maio de 2007 às 03:45
Amigo, soubeste bem traduzir em sentidos versos tudo aquilo que ocoração do poeta encerra. Usaste de extrema sensibilidade para nos mostrar os meandros percorridos por uma alma sedenta de beleza, que busca nos versos mais doídos a maior expressão de poesia que o olhar vagante de um poeta pode conceber.

Um abraço, amigo, e que teus sonhos continuem a percorrer esse caminho de fuga, que leva diretamente ao mundo encantado da poesia.


De Paula Martins a 27 de Janeiro de 2008 às 19:34
LIndo o seu poema. Parabéns.

Paula Martins
www.paula-reflexoes.blogspot.com


De Eduardo a 29 de Junho de 2008 às 16:14
Lindo...não palavras para descrever, mas há versos...

Descrever o pouco almejado
a busca de um coaração
em prantos ao amor sonhado
sonho de navegar por mares
imaginavies...
a descoberta do infinito
a mare do amor irradiado
ser a vela que leva ao longe
onde os anjos do horizontes
estão a cantar e encantar
os seres magicos
que veneram o amor
de um ser apaixonado
e se entregar por toda
eternidade...
por este amor tão sonhado....


obrigado dar-nos a chance de ler coisas assim..


De Eduardo a 29 de Junho de 2008 às 16:17
Lindo...não palavras para descrever, mas há versos...

Descrever o pouco almejado
a busca de um coaração
em prantos ao amor sonhado
sonho de navegar por mares
imaginavies...
a descoberta do infinito
a mare do amor irradiado
ser a vela que leva ao longe
onde os anjos do horizontes
estão a cantar e encantar
os seres magicos
que veneram o amor
de um ser apaixonado
e se entregar por toda
eternidade...
por este amor tão sonhado....


obrigado dar-nos a chance de ler coisas assim..


Comentar post

*sou eu...


* ver o meu perfil

* seguir perfil

. 8 seguidores

*Já viu as horas?...

email27efeneto@sapo.pt

oferecido por:

http://estrelademim.blogs.sapo.pt/

*links

*posts recentes

* Mudança...

* Receber... e Dar.

* SÓ TU DOCE CRIANÇA

* Dia Mundial da Criança...

* Poesia... Sonhos e Verdad...

* RUÍNAS

* OLHO DE PERTO A TRISTEZA.

* Melancolia

* LÓLINDIR TINÚVIEL

* Uma Canção feita de Mim

* Para ti Mãe…

* VIDA NUMA LÁGRIMA PERDIDA

* Hei, Pai!...

* ...Poeta castrado, não!.....

* Libertação...ccc

* ...ter-te...

* A menina, o pássaro e a f...

* Sei que a Primavera vai d...

* Le temps d`un instant...

* O Vento...

*os meus blogs





Link-me!

*arquivos

* Junho 2007

* Maio 2007

* Abril 2007

* Março 2007

* Fevereiro 2007

* Janeiro 2007

SAPO Blogs

*VISITAS OBRIGATORIAS